sábado, 4 de setembro de 2010

Contradição


Imagem: Bruno do Amaral




A mãe

Dá de mamar

Põe pra arrotar

Leva para passear

Troca a fralda

Prepara o banho

Coloca para dormir

Dá de mamar

Põe pra arrotar

Leva para passear

Troca a fralda

Prepara o banho

Coloca para dormir

Dá de mamar

Põe pra arrotar

Leva para passear

Troca a fralda

Prepara o banho

Coloca para dormir.


A mãe tem a liberdade de uma estátua.





Texto: Ilana Reznik

3 comentários:

  1. Nossa, q enquadramento do Bruno! Enquadradas tbm são as mães no eterno retorno do cotidiano da maternidade, muito bem trabalhado pela Ilana. E viva a poesia no clp!

    ResponderExcluir
  2. Muito bonita a forma que a Ilana teve de trabalhar o contraponto [sutil] entre a estátua e a imagem da mulher ao longe, na bela foto captada pelo Bruno. =D

    ResponderExcluir