quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Prefácio para o Verão



Imagem por Fernanda Franco.

Prefácio para o verão


O sol nunca foi a maior de minhas admirações. Sempre o estranhei raiando a meu lado ainda cedo, no quarto sem cortinas da minha infância, expulsando meu sono em coro com o caminhão de gás e sua música irritante. Nunca fui o tipo que acredita numa redenção que dependa dos raios solares, ou daqueles que fazem sob o céu de brigadeiro a fotossíntese da alma. Sempre admirei mais a noite, não pela lua, mas pela escuridão, pelo silêncio.

Comecei a apreciar o mar apenas quando me afastei dele, quando descobri que seu chiado não compõe o silêncio. Um silêncio sem mar é um silêncio doído, completo, vazio. Prefiro a constância de suas ondas batendo na praia, revoltas, insistentes. Prefiro acreditar que ele vela por mim em seu silêncio ruidoso.

Com o tempo o mar me apresentou às belezas do sol. Comecei a apreciar o seu reflexo nas águas, dourando o infinito. O sol se casa com o mar de um jeito muito melhor do que se encaixa no céu. Se eu fosse quem criou tudo, colocaria o sol constantemente refletido no mar e cercaria todos os lugares de mar, mesmo os mais remotos, garantido no mínimo o chiado aos locais verdadeiramente inóspitos.

O tempo também se encarregou de levar muitas das coisas de que sempre gostei, o que me fez olhar cada vez mais para aquelas sobre as quais nem o tempo tem poder. Como o mar. E o sol.

Hoje preciso deles para viver. Preciso acordar e saber que, apesar do que quer que seja, independentemente de mim e de meus pecados, há sobre mim um sol e diante de mim um mar. Um dia o resto todo vai embora. Um dia eu vou embora; já acordei diversas vezes acreditando ter chegado o momento. Tudo irá embora; talvez tudo mesmo, menos o sol e o mar.

Texto por Saulo Aride.

3 comentários:

  1. fantástica a imagem da fernanda, bela como as tardes do arpoador. e o saulo não teve jeito se não compor um txt poético q estivesse à sua altura com este final melancolicamente lírico: "Tudo irá embora; talvez tudo mesmo, menos o sol e o mar"

    ResponderExcluir
  2. É bastante lírico o texto e a imagem é lindíssima!

    Ode ao verão que tá chegando! =D

    ResponderExcluir