quarta-feira, 11 de maio de 2011

Milagres



eles estão aí,
os milagres

enquanto caminho
pernas finas e
rápidas

meu adidas de
três listras

tai ka lok

o restaurante está
aberto
tem
ar-condicionado
e tem quentinha
take-away

tem letras
incognoscíveis
o restaurante

as listras são
verticais nos
ideogramas
diagonais no meu
adidas
horizontais pros
frangos que se
penduram e
se equilibram com
dificuldade
tem também
carne de porco
mas

eu que passo
rápido, como

um vulto

nas listras
lá está

embaixo da última listra
horizontal se
confunde
com os frangos
lá está

a Virgem Maria

vela meus passos
do lado de dentro
de onde quer
(que seja)

vela meus passos
a Virgem Maria

enquanto não vejo
enquanto quase ninguém
a Virgem Maria

vela meus passos
enquanto me preocupo
com o tai ka lok
enquanto
me ocupo
dos ideogramas
incognoscíveis
tão

incognoscíveis
quanto

a Virgem Maria que
aparece
sem propósito
após as listras e

vela meus passos
a Virgem Maria

vela meus passos
no meio dos frangos
a Virgem Maria


Imagem: Marcos Sêmola
Texto: Igor Dias

3 comentários:

  1. o poema está ótimo, a foto tbm, mas confesso q não consegui enxergar a virgem maria. acho q é a minha falta de fé, embora eu preze muito a virgem maria. vi um vulto de mulher espelhado na loja, mas daí imaginar q seja a virgem maria vai um grande passo. tai ka loko!

    ResponderExcluir
  2. não vi tambem,
    mas que está lá, está


    n.

    ResponderExcluir