terça-feira, 18 de outubro de 2011

No meio do caminho há um muro



no meio do caminho há um muro
há um muro no meio do caminho.
muro muro muro muro muro muro.

entre o presente e o futuro
há um muro
entre o salário e o juro
há um muro
entre o desejo e aquele furo
há um muro.

muro muro muro muro muro muro.

há um muro
e nada adianta um murro
nada adianta um pulo
nada adianta uma cabeçada
nada adianta o socorro.

muro muro muro muro muro muro.

Ah, sim, há uma escada!
esta pode servir à escapada
mas, francamente, o ideal mesmo
seria derrubá-lo a marretada.

Imagem: Pilar Domingo
Poema: Guilherme Preger

5 comentários:

  1. Belíssima imagem!

    As poesias do Preger tomam seus contornos de acordo com o tema.

    É o caso da dureza na aparição do muro diante de cada desejo.

    "muro muro muro muro muro muro."

    ResponderExcluir
  2. Parabéns à dupla! Não houve muro entre vocês! Bacana!

    ResponderExcluir
  3. Há um muro no meio do caminho.

    Murro! Murro! Murro!

    ResponderExcluir