quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Smashed

It is not really clear
how you broke my voice
how you dare to leave me
with any other choice.
I could have asked
if there was still energy for braveness
what’s the matter here?
But in a night like this
such an exquisite fear
seems like a souvenir
and far outside this closest window
there is a couple who claims for a pale moon.
Unfortunately my mouth is sewed
and my hands are tired
in my head full of shit and noise
can’t any solace find a room
but except for a tiny openness
in my so bruised ear
can your extremely frail words
find a shelter and rejoice
as they can lose themselves
in the other obscure realm of clarity.


Texto: Guilherme Preger

Imagem: Marcos Sêmola, www.s4photo.co.uk

6 comentários:

  1. Gostei, Preger, mas... particularmente sou contra textos em inglês no CLP. Uma coisa é um termo ou outro, mas o texto todo, sei lá... acho antidemocrático. =/

    ResponderExcluir
  2. não seja por isso Igor :-):

    Esmagado

    Não é nada claro
    como você quebrou minha voz
    como você ousou deixar-me
    sem alternativa após.
    Eu poderia ter perguntado
    se houvesse energia para braveza
    há algum problema aqui?
    Mas numa noite como essa
    um medo tão delicado
    bem parece um souvenir
    e muito além da mais próxima janela
    há um casal que clama por um pálido luar.
    Infelizmente minha boca está selada
    e minhas mãos cansadas
    em minha cabeça cheia de merda e ruído
    nenhum consolo encontra lugar
    exceto por uma abertura estreita
    em meu ouvido tão ferido
    podem suas palavras extremamente frágeis
    encontrar alegria e abrigo
    como podem se perder inteiramente
    em outra obscura dimensão de clareza.

    poema de Guilherme Preger
    versão para português do autor

    ResponderExcluir
  3. Que post belíssimo! Adorei o "medo delicado" e "as palavras frágeis que podem se perder em outra obscura dimensão de clareza". Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro poemas em inglês.

    Parabéns aos dois (pela criatividade e tudo mais).

    ResponderExcluir