sexta-feira, 13 de abril de 2012

ESSE OLHO QUE ME OLHA POR DENTRO



Esse olho que me olha por dentro
Enfraquece-me as pernas
Bamboleia a razão
Zomba da minha pretensa santidade.
Esse olho que me olha por dentro
Lança trevas sobre meu  caminho
Abre clareiras em minhas boas intenções
E não me redime do pecado original.
Esse olho que me olha por dentro
Mostra-me os vermes e as tripas cheias
Benze-me com luz e me envolve em teias
Queima-me as estranhas entranhas que guardo.

Não é Deus nem o Diabo
É humano e maldito
Esse olho que me olha por dentro.


Texto: Maria Emilia Algebaile
Imagem: Pilar Domingo

3 comentários:

  1. Que incrivel, na casa da Maria Emília (me) em Maringá, com uma bela poesia de outra Maria Emília! Dia especial, 31 de Março , casamento de meu filho Maurício e da Débora. Sinais dos céus!

    ResponderExcluir
  2. nossa, q coisa bonita maria emilia! um mantra ou uma oração? ou simplesmente um poema? parabéns pelo momento de epifania de pilar domingo!

    ResponderExcluir