sábado, 8 de junho de 2013

Despertar



Quando acordei naquele dia,
pensei que não acordaria
do sonho quase sempre vago
que espasma sempre, trago em trago.

Julguei que o mundo precisava
de muito mais gente com asa
para mexer nesse conforme
da vida que de dia dorme.

Imagem: Maria Matina
Texto: André Calazans
Post extra


Um comentário: