terça-feira, 30 de julho de 2013

CARROSSEL



Se um dia eu pudesse voltar no tempo
jogava o passado sem cor ao vento.

Do pranto brotava uma flor,
mil versos zombando da dor,
mas tempo não volta jamais, lamento.


Imagem: Paulo Resende
Poesia: André Calazans

Um comentário: