quinta-feira, 19 de setembro de 2013

JEREMIAS


Jeremias andou lento
Então, levei o jumento
Em viagem só de ida
Decisão mais que doída

Rodei lá pro meio do agreste
Desovando o cabra da peste

Então, sem tirar nem por
Eu vi no retrovisor
Até hoje eu tô pasmo
Lá vinha correndo o asno

Imagem: Renato Amado
Poesia: André Calazans
Post extra



Um comentário: