terça-feira, 10 de setembro de 2013

PECADO EM BRANCO E AZUL


Fazia um frio tão branco
Que escondia o céu blue
Em qualquer cama escondidos
Entre abraços e gemidos
Bailávamos destemidos
Je t’adore, mon amour
E os ecos de nosso amor
Contrariando os elementos
Explodiu em sentimentos
Levados por um vento sul
Naquela hora da tarde
Fez-se um silêncio estandarte
Transformando o céu em arte

Um pecado em branco e azul.

Foto: Rudy Trindade
Poema: Maria Emilia Algebaile
Post extra para o Caneta, Lente e Pincel

Um comentário: