sexta-feira, 25 de abril de 2014

A paixão de uma mulher



No final da estrada
Mora a moça do sétimo andar
Diáfana
Atrás de suas brumas

Cercada de  
Armários
Segredos
Gavetas
Degredos

Escuta rumores
De uma invasão
Se arma de silêncios
Disfarça suas dores


Pendura a bandeira
 Na janela
Anuncia
Está pronta para a batalha

E a flâmula se transforma
Impiedosa
Em sua mortalha


Imagem: Paula Sancier
Texto: Gláucia Fortes
Rodada 50

Um comentário:

  1. grande post em que cotidiano e uma metafísica íntima se juntam

    ResponderExcluir