segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

DEBOCHE




Esse seu riso
é só deboche.
Eu fui seu siso,
sou seu fantoche.

Esse seu riso
não tem pudor.
É impreciso,
enganador.

Esse seu riso
me tem refém.
Mas autorizo
o seu desdém.


Imagem: Fernanda Lefevre
Texto: André Calazans
Rodada 56

Nenhum comentário:

Postar um comentário