segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

A FAIXA FINAL

Quando foi dada a largada para o Grande Prêmio, Renê não se posicionou bem, ficando ali pelo terceiro pelotão, entre o sexto e o nono lugar. 
Mas rapidamente abriu pela direita da pista de areia e foi ultrapassando os oponentes. Na Grande Curva, ele já disputava o primeiro lugar, que alcançou ao final dela. 
Então foi se distanciando cada vez mais dos outros jóqueis. Um, dois, dez corpos de vantagem, até que nem os via mais. Os aplausos e os gritos vindos da arquibancada e das tribunas também foram diminuindo e desaparecendo, em meio às árvores. E a floresta seguia se adensando, enquanto ele procurava a linha de chegada.

Texto:Cesar Cardoso
Imagem: Magda Rebello

Nenhum comentário:

Postar um comentário