terça-feira, 6 de outubro de 2015

essa dança



essa dança


de onde vem esse par?
de onde vem esse passo?
séculos nos pés
alfabetos na coluna vertebral

já gingou na colheita
de café de oração
é cantiga de mãe
lava a roupa
bota a alma pra quarar
é cantiga de avó
logo ali do outro lado do mar
.

de onde vem?
de onde vem?
é de palma da mão é de sapateado
é de passo miúdo é de garfo no prato
é o onze da praça devagar miudinho

ou é coisa de amor ou pernada que dei
é o tempo do tempo umbigada meneio
é o sal dessa pedra que vai como pode
é o passo que sobe e que sabe do samba



Texto: Cesar Cardoso
Imagem: Fernanda Lefevre
Rodada 62

Nenhum comentário:

Postar um comentário