quarta-feira, 18 de maio de 2016

FOGARÉU




 
Um sem-número de vezes fui


Na festa a que


Me presto por ser


De quem me constitui





Mentira!


Não é por eles


Vou


Fico


E acampo


Por um motivo





É só o fogo


A fogueira


Labareda


Que me consome


E me preenche


E queima


Queima


Quem


Sou eu

Rodada 65
Texto: Paulo Resende
Imagem: Magali Rios

Nenhum comentário:

Postar um comentário