domingo, 26 de junho de 2016

Flash do cotidiano triste


Ela estava comendo uma salada e ele se sentou na mesa ao lado com uma taça de vinho. Olharam-se com curiosidade. O verde do prato da moça combinava com seu olhar fresco e cheio de vida. O Bordeaux do copo do homem harmonizava com seus olhos vermelhos; olhos de quem chorou. Pensou que ela seria uma festa em sua vida e que tinha vontade de lhe pedir um sorriso. Pensou que ele era um ser triste e que poderia dar-lhe uma flor. Olharam-se com nostalgia. Uma folha de alface caiu do garfo da moça. Uma gota de vinho maculou o branco da toalha de mesa. Olharam-se novamente e um sorriso tímido foi desenhado na boca dos dois.
Ela acabou de comer a salada e se levantou para ir embora. Ele terminou a taça e a encheu novamente. Olharam-se pela última vez, cada um com seus pensamentos e caminhos que jamais voltariam a se encontrar.






Rodada 66 Invertida
Texto: Maria Emília Algebaile
Imagem: Fernanda Lefèvre

Nenhum comentário:

Postar um comentário