quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Amarelei



Amarelei
Sim meus alunos,
Não como um quadro negro, e
Eu com o giz,
Amarelei
Na linha de uma faixa
Energizada com uma
Direção a um senhor calmo
Amarelei
Como se alguém me abandonasse
Ali, e só me restasse a outra linha
A linha da leitura do cais
Mas parei ao Amar é?
E me veio na boca um soluço
Que impedia o resto da palavra
Ali o que me veio é a lei.


Rodada 68
Texto: Fernando Andrade
Imagem: Lucia Dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário