quinta-feira, 1 de setembro de 2016

lutar com palavras


quantos homens viraram pedra
para empilhar a beleza das pirâmides?


quantas mulheres arderam fogueiras
para revelar o perigo das bruxas?


quantos mares nunca dantes navegados
choraram o silêncio negro dos porões das caravelas?


quantas bastilhas e palácios de inverno e treblinkas e
hiroshimas e faixas de gaza e ruas sem nome?


quantos nomes contam uma civilização?
e escondem metáforas mortas a pauladas

na madrugada do beco?

Texto: Cesar Cardoso
Imagem: Magda Rebello

Nenhum comentário:

Postar um comentário