terça-feira, 20 de junho de 2017

MINH'ALMA






Minh'alma voa,
tão leve e rota,
na brisa à toa.

E nesse céu
sobe sem dó
de quem ficou,
partindo só.

Minh'alma é louca,
lava-se e leva-se
ao infinito,   
e ressuscito.


Rodada: 76
Imagem: Carlos Brausz
Texto: André Calazans

Nenhum comentário:

Postar um comentário