domingo, 2 de julho de 2017

rSvP




de noite quem ronda a cidade
onde alguma coisa envelhece?
olhares polícias e bares espiam
o desgosto de teu cinza muro
a elegância berrante de teus carrascos
tua mais completa traição
nada acontece na esquina de dias contados
cortados na paz do sumiço
oficina impossível
sorridente carnificina  
nas tuas vilas favelas jardins
o túmulo do tumulto 
de buscas inúteis
meu corpo volta pra casa abatido a tiros
desiste da tua garoa
& desbota essa cena de sangue



Rodada nº 76
Imagem: Rudy Trindade
Texto: Cesar Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário